Seguro DPVAT, administrado pela
Seguradora Líder-DPVAT
– Site Oficial –

Assista ao vídeo da Líder
 

Textos dos vídeos sobre indenização

Olá!
O DPVAT é o seu seguro do trânsito e aqui você encontra dicas especiais sobre ele. Anote também SAC e Site DPVAT. Nesses dois canais você recebe sempre informações atualizadas e oficiais, seja para dar entrada ou acompanhar o pedido de indenização.

Vamos às dicas:

Fuja das falsas promessas. Você já deve ter ouvido falar que para receber o Seguro DPVAT é preciso contratar alguém. Não caia nessa furada. Lembre-se dos alertas dos jornais: tem gente por aí se aproveitando da boa fé dos acidentados e de seus familiares para ficar com a indenização do Seguro DPVAT.

Outra furada é seguir o conselho de pedir a indenização na Justiça, onde ela pode demorar 2, 3, às vezes 7 anos para ser liberada. Enquanto que nos pontos de atendimento autorizados do Seguro DPVAT ela sai em no máximo 30 dias.  Por isso o melhor a fazer é cuidar da indenização você mesmo.

O Seguro DPVAT cobre acidentes de transito, mas desde que alguém tenha se machucado. Porque o DPVAT não cobre o arranhão do carro e outros prejuízos materiais. Ele é um seguro que indeniza pessoas, estejam elas dentro ou fora do veículo. Qualquer pessoa que está andando pela rua e é atropelada, também tem direito a indenização. 

Para ver a indenização é indispensável a apresentação do registro do acidente emitido por um órgão policial competente. O registro também é chamado de boletim de ocorrência ou B.O..

O prazo para pedir a indenização é de até 3 anos a partir da data em que o acidente aconteceu. O Seguro DPVAT oferece três coberturas: Morte, Invalidez Permanente e Despesas com Atendimento Médico.

Ao dar entrada na indenização leve todos os documentos necessários e informe corretamente seus dados bancários para garantir o crédito da indenização. Por precaução, leve com você um extrato bancário ou um cartão do banco e confira na hora os números de seu banco, agência e conta. Isso é muito importante porque um erro de um único número impede o banco de creditar a indenização. E com isso você acaba esperando mais para receber o seu dinheiro.

Não tem conta no banco? Não se preocupe, o DPVAT ajuda você a abrir uma conta poupança para receber a indenização sem custo algum.

Veja agora os vídeos sobre a documentação de cada cobertura do Seguro DPVAT e se precisar de mais orientações, você já sabe: visite o site oficial do DPVAT ou ligue 0800 022 1204.

Olá!
Este vídeo é uma continuação do vídeo de introdução. Aquele com dicas básicas sobre o Seguro DPVAT que você não pode deixar de assistir. Aqui vamos falar sobre a indenização de morte causada por acidente de trânsito. Mas antes de tudo, anote aonde encontrar sempre informações atualizadas e oficiais: no site e no SAC DPVAT.


O 1º de todos os documentos é o registro do acidente, emitido por um órgão policial competente. Este documento é indispensável, também chamado de boletim de ocorrência ou B.O..

O 2º mais importante é a certidão de óbito emitida em cartório, seguida dos dados de identificação do acidentado e dos documentos que informam que relação conjugal ou de parentesco tinha o acidentado com a pessoa que está pedindo a indenização. Isso pode ser feito a partir da apresentação de uma certidão de casamento do acidentado, por exemplo, ou de uma declaração específica informando quantos herdeiros ele deixou.

Esses documentos variam de família a família. E se você tiver dúvidas ou dificuldades a respeito, é só ligar gratuitamente para 0800 0221204. O site DPVAT também ajuda você mostrando uma lista geral de documentos em detalhes. Lá você encontra, por exemplo, que documentos devem ser apresentados em cópias simples ou autenticada, que é aquela cópia tirada em cartório. A lista do site inclui ainda os documentos de identificação pessoal que você deve apresentar, e as informações de sua conta bancária. Por falar nisso, não se esqueça das dicas de nosso vídeo de introdução sobre como evitar atrasos no recebimento da indenização informando corretamente os dados bancários.

E não se deixe enganar. Além de não ser necessário, é arriscado pagar a quem quer que seja para cuidar da indenização do Seguro DPVAT por você. Lembre-se ainda que a indenização sai em até 30 dias quando o pedido é feito nos pontos de atendimento autorizados do DPVAT, quando na justiça pode levar anos para ser liberado.

Proteja seus direitos cuidando da indenização você mesmo. E conte com os serviços gratuitos do Site e do SAC DPVAT. Até mais!

O nosso vídeo de introdução você já viu. Portanto já conhece as principais dicas sobre o Seguro DPVAT e sabe também que no Site e no SAC DPVAT você encontra sempre informações atualizadas e oficiais.

Vamos às dicas sobre o reembolso de despesas medico hospitalares:

Tem direito ao reembolso do Seguro DPVAT quem pagou do próprio bolso por serviços médicos em consequência de um acidente de transito por um atendimento de emergência, uma cirurgia, exame, consulta, remédio ou algum tipo de tratamento.

Funciona assim: só há reembolso se tiver havido desembolso e os comprovantes das despesas puderem ser apresentados. Também é indispensável o registro do acidente emitido por um órgão policial competente. Esse registro também é chamado de boletim de ocorrência ou B.O..

Observe que a documentação necessária serve para tornar clara a ligação da história do acidente e do tratamento. Ocorre um acidente, ele é registrado. Em função dele ocorre um primeiro atendimento no hospital, que também fica registrado. Depois ocorrem consultas e solicitações feitas por um medico que levam a gastos com remédios ou outros procedimentos. E esses gastos ficam registrados em recibos e notas fiscais. Com isso, claramente associado e comprovado, o reembolso Seguro DPVAT é liberado. 

Confira também a lista geral de documentos que está no Site DPVAT. Ela informa mais detalhes uteis como que documentos precisam ser apresentados em cópia simples ou autenticada, que é aquela cópia tirada em cartório. Com essa lista em mãos, você pode ir marcando que documentos já têm ou ainda precisa juntar antes de dar entrada na indenização.

Tendo dúvida ou dificuldade quanto a essa documentação, consulte quem entende: ligue grátis 0800 022 1204. Não esqueça das dicas do nosso vídeo de introdução sobre como evitar atrasos no recebimento da indenização, informando corretamente seus dados bancários. Proteja os seus direitos, não perca tempo nem dinheiro. Cuide de tudo você mesmo e conte com os serviços gratuitos do Site e do Sac DPVAT. Até mais.

Olá!
Você já viu o nosso vídeo de introdução e está por dentro das dicas básicas sobre o Seguro DPVAT. Sabe também onde encontrar sempre informações atualizadas e oficiais, no Site e no Sac DPVAT.

Vamos falar agora de Invalidez Permanente. Quem tem direito a essa indenização? Quem sofreu lesões físicas em virtude de um acidente de transito, tratou essas lesões seguindo orientações medicas e ainda assim, ficou com uma deficiência caracterizada como Invalidez Permanente.

Para receber a indenização é indispensável o registro do acidente emitido por um órgão policial competente, documento também conhecido como boletim de ocorrência ou B.O.. O segundo documento necessário, é o boletim do primeiro atendimento. Documento que discrimina os procedimentos adotados pelo hospital para socorrer o acidentado após o acidente. Esse boletim é um direito. Pode voltar ao hospital e solicitá-lo.

Outra dica: para receber a indenização mais rapidamente apresente toda a documentação médica que tiver, incluindo o laudo do IML. Tendo dúvida ou dificuldade quanto a documentação, ligue grátis 0800 022 1204.
Entenda agora o critério que define o valor da indenização de invalidez. Ele é baseado em uma tabela prevista em lei que compara diferentes tipos de danos caracterizados como invalidez permanente. E para cada um deles estabelece um valor de indenização usando percentuais.

Para os danos mais graves as indenizações são maiores. Por exemplo, o acidentado que sofreu a perda da visão, recebe uma indenização maior do que o acidentado que sofreu a perda um dedo da mão.

Confira também a lista geral de documentos que está no Site DPVAT. Ela informa mais detalhes uteis, como que documentos precisam ser apresentados em cópia simples ou autenticada, que é aquela cópia tirada em cartório. Não se esqueça das dicas de nosso vídeo de introdução sobre como evitar atrasos no recebimento da indenização, informando corretamente seus dados bancários. Proteja os seus direitos. Cuide de tudo você mesmo e conte com os serviços gratuitos do Site e do Sac DPVAT. Até mais.